4 grupos serão criados para receber as rescisões do Hospital Ouro Verde

0
17

Aconteceu na tarde dessa terça-feira,15, uma nova audiência no Ministério Público do Trabalho para que fosse discutida uma nova proposta de pagamentos aos 1,4 mil funcionários do Hospital Ouro Verde que serão demitidos ainda neste mês.








A audiência, que contou com a presença do Sindimed Campinas, SinSaúde, Sindicato dos Enfermeiros e responsáveis da Prefeitura de Campinas, definiu o pagamento mensal de 1,5 milhões, divididos em quatro categorias:

  • Grupo 1: 375 mil para os trabalhadores que tem até 6 mil reais a receber;
  • Grupo 2: 375 mil para quem tem de 6 mil a 12 mil a receber;
  • Grupo 3: 375 mil para quem tem de 12 mil a 24 mil a receber;
  • Grupo 4: 375 mil para quem tem acima de 24 mil a receber

De acordo com cálculos apresentados pelo perito do MPT, todos os trabalhadores serão indenizados em até 21 meses, sendo o grupo 1 em até 4 meses, o grupo 2 em 9 meses, o grupo 3 em 18 meses e o grupo 4 em até 21 meses.

O Ministério Público exigiu que a proposta seja aprovada em assembleia das categorias para que não haja questionamentos futuros.

Cada sindicato tem até a próxima segunda-feira, 21, para realizar a assembleia e até terça-feira, 22, para comunicar a decisão ao MPT.

“Pela proposta apresentada, o Ministério Público tentou contemplar quem ganha menos e nós entendemos isso. A nossa única preocupação é que os gestores mantenham a prioridade nas contratações dos médicos, como ficou explicitado. Vamos agora homologar a proposta em assembleia com a categoria e levaremos a decisão no prazo estipulado”, comentou Casemiro Reis, diretor do Sindicato dos Médicos de Campinas.