50% das obras públicas na região de Campinas não cumpriram prazos

0
63

Fiscalização feita pelo Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCESP) para verificação de obras públicas em 21 municípios das regiões de Campinas e Mogi Guaçu mostra que em 50% dos casos o cronograma físico-financeiro não estava sendo cumprido e que 40% das obras entregues apresentavam falhas visíveis de execução.

Durante ação para averiguar a merenda escolar foi constatado que 83% dos locais de preparo das refeições não possuíam Alvará emitido pela Vigilância Sanitária e em 24% dos lugares vistoriados pela equipe de fiscalização do TCE não havia controle dos alimentos estocados.

Em outra auditoria realizada pelo Tribunal de Contas para avaliar a qualidade do transporte escolar em 14 cidades da região, 29% dos pneus da frota encontravam-se em condições precárias de uso e 36% dos motoristas que conduziam os veículos não possuíam Certidão Negativa Criminal relativa aos crimes de homicídio, roubo, estupro e corrupção de menores.

Os dados são resultado de um estudo comparativo inédito entre 57 municípios das regiões de Campinas e Mogi Guaçu.

Feito a partir de oito fiscalizações ordenadas realizadas entre março e novembro de 2017, o levantamento inclui ainda informações sobre irregularidades em hospitais municipais, frotas, Programa de Saúde da Família (PSF), almoxarifados e resíduos sólidos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário
Por favor, digite seu nome