6 hábitos que você deve evitar principalmente se o seu cabelo é propenso à queda

0
77

Os cabelos podem ficar fracos e propensos à quebra por várias razões, incluindo (mas não se limitando a): tração excessiva ao prender, coloração, falta de hidratação e estresse.

“A genética é outro fator que pode determinar se seus fios são fortes ou mais propensos a cair. A preocupação com a queda capilar deve ser um alerta se os fios se desprendem espontaneamente, em número igual ou maior que 100, se ocorre uma perda de densidade, se o volume capilar diminuir acentuadamente ou a queda persistir por tempo acima de sessenta dias ou ainda aparecimento de falhas”, afirma a dermatologista Dra Valéria Marcondes, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia e da American Academy of Dermatology (AAD).

Hoje muitos tratamentos, desde suplementos a lasers e home devices, são indicados para o controle da queda capilar, mas há uma lista de seis hábitos que você deve abolir da sua vida.

  • Lavar a cabeça com água quente
    “Evite água superquente quando enxaguar o cabelo, pois o calor abre a cutícula e retira os óleos do cabelo, deixando-o seco e quebradiço. Além disso, há o risco de causar caspa e piorar o resultado dos tratamentos de crescimento capilar”, explica a médica. Use sempre água morna ou fria.
  • Secar o cabelo com temperatura muito alta
    Um erro comum e facilmente evitável que muitas pessoas cometem é secar os cabelos na configuração mais quente possível, o que, como o uso de água quente, não é a opção mais segura para fios frágeis. “Ao secar o cabelo, use sempre a definição de calor mais baixa em seu secador e certifique-se de manter o bocal a uma distância decente do seu cabelo, especialmente nas extremidades. Pode demorar um pouco mais para secar completamente, mas ajuda a manter seu cabelo saudável. Opte também por produtos que ofereçam proteção térmica aos fios”, explica.
  • Prender o cabelo demais
    “Evite rabos de cavalo mega apertados, pois a tensão pode e vai quebrar o cabelo”, diz a dermatologista. Os melhores prendedores ou xuxinhas são feitos com tecido mais suave. O melhor é evitar, principalmente, os prendedores de silicone, os de borracha ou grampos. Mas se não puder, uma alternativa é usar os “hashis” de madeira ou plástico.
  • Produtos com muito álcool
    Faça o seu melhor para evitar produtos que tenham alto teor de álcool. “Eles secam o cabelo e acabam fazendo com que fique craquelado e quebradiço”, diz ela. Então, se você está observando a lista de ingredientes de um produto e o álcool está entre os primeiros, definitivamente é de seu interesse não comprá-lo.
  • Dormir com o cabelo preso
    Se o seu cabelo é propenso a quebrar, você nunca deve dormir com o cabelo preso, pois isso atrapalha os fios, resultando em mais danos do que a maioria das pessoas imagina. “O dano é ainda pior se você prender os cabelos com tração ou penteados que puxem a raiz”, afirma. O ideal é colocar o cabelo para baixo e investir em uma fronha de seda, o que ajudará a reduzir o atrito.
  • Dormir com o cabelo molhado
    “Esse é um hábito que compromete a saúde capilar. Os fios úmidos ficam frágeis e quebram mais em contato com o travesseiro. Além disso, dormir com cabelo molhado favorece o aparecimento da caspa e acelera a queda capilar”, explica a dermatologista. O que fazer? “Aplique um protetor térmico e depois use o secador”, finaliza.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário
Por favor, digite seu nome