Abastecimento de hortifrútis começa a ser retomado na Ceasa Campinas

0
17

O abastecimento na Ceasa Campinas começou a ser retomado nesta quarta-feira, 30 de maio. A disponibilidade de produtos hortifrutigranjeiros chegou a cerca de 35% (na terça-feira, 29, era de apenas 5%).

“Havendo a liberação da circulação dos veículos nas estradas, até domingo nós deveremos ter o mercado com 75% da capacidade”, informou o diretor técnico-operacional da Ceasa, Claudinei Barbosa.

Segundo Barbosa, há disponibilidade no campo de todos os produtos comercializados.








“Não faltam produtos na roça. A dificuldade está atrelada a dois fatores: falta de mobilidade nas estradas e falta de combustível. Hoje chegamos a cerca de 35% da capacidade do abastecimento num raio de 50 km, tanto em produção quanto na entrega. E esperamos que as estradas sejam liberadas hoje”, disse o diretor.

O prejuízo estimado já ultrapassa os R$ 30 milhões em produtos que não foram comercializados no entreposto desde o início da paralisação.

Já os preços continuam estáveis em relação ao início da semana, com alguns produtos ainda com valor elevado para o público geral (cliente não fidelizado), como a batata e o tomate. A tendência, no entanto, é que esses preços se normalizem à medida em que o abastecimento seja retomado.

O diretor-presidente da Ceasa Campinas, Wander Villalba, disse que os efeitos da greve dos caminhoneiros dentro das centrais de abastecimento em todo o Brasil “são bastante dramáticos”, mas que a situação está melhorando.