Aparelho de Raio-X quebra no Mário Gatti e cirurgias são canceladas

Pelo menos dez cirurgias foram canceladas no Hospital Municipal Dr. Mário Gatti, em Campinas (SP), por problemas no raio-x. O equipamento portátil, usado durante as operações, está quebrado e, segundo profissionais que trabalham na unidade, o outro aparelho que poderia ajudar nos procedimentos não funciona direito.

Sem saber que estava sendo gravado por uma equipe da EPTV, afiliada TV Globo, um médico confirmou o problema com o raio-x.

“São dois: o melhor quebrou. Aí tem um que tava meia-boca. Todos os cirurgiões estavam meio cautelosos, alguns ainda arriscaram, aí ele deu um problema que ele parou. Essa semana ele voltou a funcionar, só que a galera ficou insegura, parou de vez. Pelo menos umas dez [cirurgias] foram canceladas”, disse.

Alguns dos pacientes na fila por cirurgia estão internados desde o dia 15 de novembro. A recepcionista Daniele Leonardo, por exemplo, ficou revoltada com a demora. A mãe dela aguarda por um procedimento ortopédico.

“É revoltante, é ridículo, não existe isso. Um hospital desse porte, que recebe tantos pacientes, ter dois aparelhos e nenhum está funcionando. Já é pouco a quantidade de aparelho, e o fato de não estar funcionando é absurdo”, disse Daniele.

De acordo com especialistas, o raio-x em pleno funcionamento é essencial para as cirurgias de fraturas complexas, onde um osso quebra em muitos lugares, e cirurgias que precisam de colocação de próteses.

“Uma prótese de quadril, por exemplo, durante a colocação o médico precisa saber o ponto de entrada e até que ponto ele vai parafusar o osso para ter certeza de que não rompa nenhuma artéria, nenhuma veia, ou eventualmente que até rompa algum nervo que pode causar uma complicação mais séria até que a própria fratura”, explica o médico radiologista Alexandre Peroni Borges.

O que diz a prefeitura

Em nota, o Hospital Mário Gatti informa que o raio-X em funcionamento é, sim, confiável, e que o outro equipamento está no conserto. Segundo a unidade médica, os pacientes que tiveram as cirurgias adiadas terão os procedimentos reagendados o mais rápido possível.

As informações são do G1.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário
Por favor, digite seu nome