Campinas teve o mês de maio mais seco dos últimos 12 anos

0
16

Com informações do G1 Campinas
Campinas registrou o maio mais seco desde 2006, segundo medição realizada pelo Cepagri (Centro de Pesquisas Meteorológicas e Climáticas Aplicadas à Agricultura), da Unicamp.

Choveu 8,6 milímetros, o terceiro pior volume registrado pelo Cepagri desde 1989.








Segundo o pesquisador Hilton Silveira Pinto, diretor do Cepagri, o volume de chuvas em maio deste ano corresponde a 13,6% do que o esperado para o mês, que é 63,3mm.

Os 8,6 milímetros de 2018 superam apenas os registros de 2000 (2,8mm) e 2006 (1,01mm).

O Cepagri atribui a severidade da seca na região ao fenômeno climático “La Niña” e alerta para a chegada dos meses mais secos do ano, entre junho e agosto.

O pesquisador aponta que nos próximos meses o volume de chuva dificilmente ultrapassará os 30 milímetros.

Ao analisar os números da série histórica, os dados mostram que no ano anterior aos grandes períodos de seca as precipitações foram recordes. Hilton descarta uma relação de “sobe e desce” e reforça o impacto de fenômenos como “El Niño” e “La Niña”.