Como lidar com os pets em apartamentos?

0
3

Como a maioria das pessoas nos grandes centros moram em apartamentos, quando bate aquela vontade de ter um pet, muitas dúvidas aparecem.

Como melhor acomodar os bichinhos de estimação em espaços reduzidos e sem quintal?








“Antes de mais nada, é necessário conhecer as regras do condomínio quanto às condições necessárias para ter um pet no apartamento”, afirma Gabriela Coelho, da Ink.

Também é preciso saber qual raça se encaixa melhor com o ambiente.

Normalmente, animais de portes médio e grande não se adaptam bem a espaços muito reduzidos.

“Para facilitar a escolha, pergunte ao veterinário qual raça é mais indicada para cada tipo de família e moradia”, orienta Gabriela.

Seis dicas para ter uma boa convivência com o seu animal de estimação e seus vizinhos, além de cuidados importantes para os bichinhos.




Escolha o animal certo

Os gatos adaptam-se melhor a espaços menores, mas precisam de atenção, cuidados com higiene e um local para tomar sol.

Cachorros de porte grande e que geralmente são cheios de energia são difíceis de se adaptar.

Eles também precisam de tempo para o banho de sol e, claro, passear e correr.

Cães, normalmente, precisam de outros cães

Os cachorros precisam sair do apartamento para ter contato com outros ambientes, outros cheiros e outros cães.

Esses estímulos são essenciais para eles serem saudáveis.

Outro cuidado importante é com o sedentarismo.

A falta de espaço pode tornar os animais sedentários, o que pode contribuir para obesidade e doenças originárias do sobrepeso.

O ideal é passear diariamente e estimular o animal a praticar exercícios físicos.

Local para dormir

Providencie colchões, caminhas e casinhas bem higienizados para os pets.

A limpeza deve ser feita periodicamente, pois cães e gatos têm contato íntimo com seus proprietários e podem transmitir doenças.

Necessidades dos animais

É questão de higiene e educação que o dono se responsabilize pela sujeira deixada pelos animais.

O indicado é, todas as vezes que sair para passear com o bichinho, leve uma pá e um saquinho para recolher as necessidades deixadas no local e depositá-lo no lixo.

Nesse tópico, vale falar sobre ter um local adequado dentro do apartamento para que os animais possam fazer suas necessidades.

Recomenda-se que seja em um lugar que não incomode as pessoas da casa, como área de serviço, varanda ou banheiro dos fundos.

Podem ser utilizadas toalhas higiênicas que ajudam a reduzir os odores e que podem ser trocadas frequentemente (no caso dos cães) e caixas higiênicas com areia (no caso dos gatos).

Elevador

Em apartamentos, o elevador é utilizado diariamente.

Por isso, alguns cuidados são necessários para que o ambiente fique sempre limpo para todos os moradores.

Na maioria dos prédios, a regra básica é que o animal só pode utilizar o elevador se estiver no colo do seu dono (no caso de não haver um elevador de serviço).

Barulho

Os animais emitem sons para se comunicar e se expressar.

Algumas precauções podem ser tomadas para evitar transtornos com a vizinhança.

A melhor forma de evitar confusões é solucionar os problemas que fazem o animal ficar exaltado.

Por exemplo: alguns cachorros latem muito quando veem pessoas passando na rua: a dica, então, é colocar algo que tape sua visão da rua.

O que também ajuda é passear com o animal diariamente pelo menos duas vezes por dia para controlar a ansiedade.