Depois de decisão da Justiça, servidores deixam reitoria da Unicamp

0
57
Foto: Reprodução EPTV

Com informações do G1 Campinas
Os servidores da Unicamp em greve há 45 dias desocuparam nesta manhã de sexta-feirs as salas ocupadas no prédio.

O grupo reivindica novas negociações com o reitor Marcelo Knobel sobre o aumento salarial e do vale-alimentação, entre outros.





Foto: Reprodução EPTV



A saída ocorreu após uma assembleia nesta manhã.

A 1ª Vara da Fazenda deu uma liminar determinando a desocupação das salas de reuniões.

Na mesma assembleia, os servidores decidiram manter o movimento grevista iniciado no dia 22 de maio para reivindicar reajuste salarial de 12,6% e o aumento de R$ 230 no vale-alimentação, que elevaria o benefício para R$ 1.080.

A administração universitária alega que com a crise financeira e previsão de déficit de R$ 240 milhões o aumento salarial será de 1,5% e o vale-alimentação terá acréscimo de R$ 100, subindo para R$ 950.