Em Campinas, Guarda Municipal vai “orientar” moradores de rua, e novo espaço para alimentação deve ser construído

0
132
Foto: Reprodução EPTV

Com informações do G1 Campinas
A Prefeitura de Campinas assinou um decreto que prevê a criação de um espaço específico para as refeições dos moradores de rua, ação da Guarda para evitar que eles permaneçam em semáforos, além da lavagem do entorno da Catedral Metropolitana, no Centro.

Dados atualizados em 2016 indicam que a cidade tem 623 moradores em situação de rua.

As medidas intersetoriais, segundo o governo, visam elevar os atendimentos para a população.

O prefeito Jonas Donizette explicou que a ação da Guarda para convencer os moradores a não ficarem nos semáforos será limitada.





Foto: Reprodução EPTV



O Plano foi idealizado com ações de curto prazo, que serão executadas em 2018; médio prazo para execução em 2019, e longo prazo para que sejam efetivadas até 2020.

A previsão é que em aproximadamente 60 dias seja implantado, com o apoio financeiro da Acic, o Espaço de Apoio, na Igreja Metodista, no centro da cidade. O objetivo é que neste novo local, a distribuição de alimentos, feita atualmente nas ruas pelos grupos solidários, possa ser melhor organizada.

Assim que o novo espaço estiver pronto, dentro de aproximadamente dois meses, as equipes do SOS Rua e do Consultório na Rua vão orientar as pessoas atendidas para que busquem o novo local.

As instalações desse Espaço de Apoio incluirão banheiros e chuveiros para que os usuários possam fazer seu asseio pessoal.