Fim do dinheiro nos ônibus: Quem é de fora, como faz? – Confiram dicas de linhas metropolitanas

2
4733
Foto: Luciano Roncolato / ODC

A partir de hoje, os ônibus urbanos de Campinas não aceitam mais dinheiro para pagamento de tarifa dentro dos veículos. Esse é o fim de uma história que se desenrola desde 2014, quando os cobradores foram retirados dos coletivos e a justiça determinou uma forma de cobrança onde o motorista não exercesse dupla função (dirigir e cobrar passagem). De lá pra cá foram feitas várias tentativas, mas todas frustradas. Em 2016 implantou-se o bilhete unitário, no valor de R$ 2,00 além da cobrança da passagem. O comprador tinha como reaver esses R$ 2,00 devolvendo o cartão nos postos da Transurc, mas como a maioria não devolvia, o sistema mostrou-se inviável já que a confecção do cartão é cara. Durante uma feira de transporte realizada em São Paulo no ano passado, a reportagem do ODC questionou um dos fabricantes desses cartões de passe sobre o valor de produção, e cada unidade sai no mínimo por R$ 2,40, mais do que a metade da tarifa. É por isso que é emitido apenas um cartão por usuário e pede-se tanto zelo por ele.

A Transurc, que é a associação que representa os empresários de ônibus urbanos em Campinas, realizou algumas ações nas últimas semanas para aumentar a rede de atendimento para a venda dos bilhetes QRCode e recarga de Bilhete Único. O número de agentes credenciados aumentou e os postos nos terminais da cidade agora vão atender das 6h às 23h todos os dias, inclusive aos domingos e feriados, com exceção do Terminal Mercado, cujo posto vai funcionar apenas até às 21h.

O usuário também tem à disposição o aplicativo Transurc Smart, onde ele pode comprar o QRCode através do telefone celular. Ao baixar o aplicativo, é necessário fazer uma recarga na carteira virtual e depois usar esses créditos para ir comprando QRCode de acordo com a necessidade. Nos últimos dias o aplicativo apresentou sérios problemas mas uma nova versão já foi disponibilizada para download. Para baixar, é só acessar a App Store ou o Google Play e procurar por “Transurc Smart”.

Alguns itinerários de Campinas são atendidos por ônibus metropolitanos gerenciados pela EMTU. Esses continuam aceitando dinheiro normalmente. Dependendo do caso, pode-se usar um deles para ir em algum determinado lugar, se não for encontrado nenhum ponto para compra de QRCode ou recarga de Bilhete Único.

MORADORES DE OUTRAS CIDADES E VISITANTES
Um dos maiores questionamentos é sobre as pessoas que não são de Campinas e, muito provavelmente, não portam o cartão Bilhete Único. Nesse caso, essas pessoas podem:

1. Comprar QRCode nos postos de venda. Na Rodoviária há um ponto no Terminal Metropolitano, atendimento das 6h às 23h.

2. Desceu em Viracopos? Pode comprar o QRCode através do app Transurc Smart e usar em seu telefone celular.

3. Comprar QRCode em qualquer posto da rede credenciada espalhada pela cidade.

4. Veio de ônibus metropolitano e desceu em algum ponto da cidade? Pode usar algum ponto da rede credenciada, usar o app Transurc Smart no celular ou descer no Terminal Metropolitano e comprar o QRCode no ponto de atendimento.

5. Pode usar qualquer ônibus da rede metropolitana da EMTU, dependendo do lugar onde irá:

RÁPIDO LUXO CAMPINAS – LINHAS DE VALINHOS E VINHEDO:
Atendem região do Extra Abolição, Eng. Antonio Fco. de Paula Souza, Jardim São Gabriel, Centro

VIAÇÃO BOA VISTA – LINHAS DE HORTOLÂNDIA E MONTE MOR:
Atendem Vila Boa Vista, SP-101 no Parque Sta. Bárbara, Lix da Cunha, Bairro Boa Vista

EXPRESSO METRÓPOLIS – LINHAS DE JAGUARIÚNA E STO. A. POSSE e SALAMANCA – LINHAS DE ARTUR NOGUEIRA E HOLAMBRA
Atendem Jardim Santana, Taquaral, Centro, Saída para Mogi Mirim, Acesso à Zona Rural.

VB – LINHAS DE INDAIATUBA
Atendem Av. João Jorge, Trevo Sérgio Motta, Campinas Shopping, Rod. Santos Dumont, Aeroporto de Viracopos

VB – LINHAS DE PAULÍNIA, COSMÓPOLIS E ARTUR NOGUEIRA
Atendem Barão Geraldo, Carolina Florence, Centro, Tapetão, Saída para Betel.

OURO VERDE – LINHAS DE SUMARÉ
Atendem Nova Aparecida, Anhanguera, Jardim Eulina, Lix da Cunha, Brigada Militar, Entroncamento com a D. Pedro

Centrais de atendimento:
TRANSURC – 0800 014 0204
EMDEC – (19) 3772-1517

Da Redação ODC.

2 COMENTÁRIOS

  1. Tão ridículo quanto ineficiente!
    Ao invés de pensarem somente em ganhar dinheiro, por que não pensam nos passageiros que sempre vão em pé? Fora que deveriam no mínimo dar o cartão e não cobrar $ 2,40, já que estão OBRIGANDO a população a usar bilhete único!

  2. Complicado demais para a passagem mais cara do país, ônibus iguais a carroças e o sistema nem funciona 24hs.
    Só pensaram em proteger o lucro dos donos das empresas de ônibus.
    Que coisa ridícula.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário
Por favor, digite seu nome