Finanças | Quer começar a empreender com uma franquia? Talvez não seja o melhor momento

0
32
Foto: Ilustração

A economia do Brasil está se recuperando aos poucos e este pode ser um bom momento pra quem quer investir em uma franquia em 2019. De acordo com dados do IBGE o desemprego caiu para 11,7% em outubro de 2018. Isso já traz reflexos positivos no aumento do consumo. Mesmo assim, o empreendedor que quer começar a investir em 2019 pode enfrentar algumas dificuldades se não estiver atento a questões importantes.

O ano da inovação

2019 será o ano em que a tecnologia vai brilhar. No setor de franquias, a última ABF Expo 2018, feira da Associação Brasileira de Franquias (ABF) apontou que diversas empresas de diferentes portes estão investindo a todo vapor em soluções tecnológicas como compras, pagamentos e transações por celular, e-commerce e inovações específicas de cada segmento.

Até mesmo as empresas mais tradicionais estão buscando formas de inserir novos serviços e produtos que dialoguem com um perfil de público mais exigente e antenado com a tecnologia. Portanto, se o investidor não está preparado para investir nessa área e buscar formas de facilitar a sua vida e também a do consumidor, talvez o setor de franquias não seja uma área interessante para 2019, já que esta será a grande tendência.

Riscos necessários

A economia dá sinais de crescimento, mas a passos lentos. Por isso, o empreendedor que não quiser arriscar não deve investir em franquias em 2019. Mesmo que a inflação esteja controlada, o ano requer bastante planejamento – e também um pouco de ousadia. Para dialogar com as tendências do mercado é preciso sair da zona de conforto e trazer inovações ao serviço.

Vale desde um serviço de delivery diferenciado, um cardápio inteligente e até uma experiência de realidade virtual para o consumidor. O investidor que não está disposto a criar e arriscar um pouco, talvez tenha dificuldades de se adaptar.

De olho no mercado

Não adianta: antes de começar qualquer negócio é preciso estudar muito. Depois que as coisas começam a funcionar, também. O empreendedor precisa estar atento a tudo o que acontece na economia do país e acompanhar de perto as transformações e tendências do segmento de franquias. Isso significa participar ativamente de feiras, estudar, estabelecer negócios e parcerias com outros investidores.

Há boas projeções para o segmento de franquias em 2019, já que o setor cresceu mais de 8% durante o segundo trimestre de 2018, de acordo com dados da ABF. As áreas de entretenimento, lazer, turismo, casa e construção e o setor alimentício foram as que mais se destacaram.

Ainda com todas essas perspectivas positivas, um empreendedor que não está disposto a se qualificar certamente terá dificuldades de buscar resultados superiores a concorrência.

Além disso, um empreendedor que quer ser dono do próprio negócio e não ter a quem responder também pode ser frustrar. Ter uma franquia significa seguir regras e cumprir acordos. Quem não está disposto a trabalhar bastante e se adequar às necessidades e possíveis mudanças que a franquia propõe não terá o perfil necessário para fazer parte desse tipo de negócio.

Existem no mercado empresas que oferecem diferentes marcas de franquia e assessoria para interessados em abrir uma franquia que, além de escolherem a marca, precisam saber se têm o perfil ideal para esse tipo de negócio. Este pode ser um bom caminho para quem não sabe se entrar nesse ramo pode ser bom, mas quer começar a empreender em 2019. Para saber mais sobre esse tipo de serviço acesse https://www.franquiaz.com.br ou a página no Facebook.

As informações são de responsabilidade da Dino.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário
Por favor, digite seu nome