Forças Armadas vão “apoiar ações em Estados”, diz Ministério da Defesa

0
23
Foto: Tomaz Silva/Agência Brasil

Com informações da Agência Brasil
Após o anúncio do governo federal de que autorizou o uso das forças federais de segurança para liberar as rodovias bloqueadas pelos caminhoneiros caso, o Ministério da Defesa informou que a atuação das Forças Armadas vão reforçar a ação das outras forças federais e estaduais, como Polícia Rodoviária Federal, Polícia Federal e Polícia Militar.

A nota do ministério foi divulgada após reunião do ministro Joaquim Silva e Luna com os comandantes da Marinha, Exército e Aeronáutica, para definir as atividades a serem desencadeadas pelas Forças Armadas, a fim de possibilitar o retorno à normalidade das atividades no País.





Foto: Tomaz Silva/Agência Brasil



Também participaram, o chefe de Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas e o Comandante de Operações Terrestres do Exército.

“As Forças Armadas serão empregadas em reforço às ações federais e estaduais, disponibilizando meios em pessoal e material para: distribuição de combustível nos pontos críticos; escolta de comboios; proteção de infraestruturas críticas; e desobstrução de vias e acessos às refinarias, bases de distribuição de combustíveis e áreas essenciais, a fim de evitar prejuízos à sociedade”, informa a nota.

Os militares disseram ainda que o emprego das Forças Armadas será realizado de forma rápida, enérgica e integrada. O anúncio da utilização de forças federais foi feito pelo presidente Michel Temer pouco depois do meio-dia, em pronunciamento no Palácio do Planalto. A decisão foi tomada após reunião no Gabinete de Segurança Institucional (GSI) com a participação de ministros e do presidente.