Fraldas Ecológicas podem ser utilizadas até 800 vezes e são totalmente anatômicas

0
111

O consumo consciente está em alta no Brasil. Pesquisa divulgada no ano passado pelo Instituto Akatu apontou que, desde 2012, o percentual de consumidores que comprou produtos feitos com materiais reciclados cresceu de 29% para 48%. Segundo o levantamento, o brasileiro tem interesse em valorizar as empresas que tenham boas práticas ambientais.

As fraldas ecológicas da “Nós e o Davi” vêm ao encontro desse público que pretende reconhecer quem não agride o meio ambiente. Afinal,um único bebê gasta cerca de 5.500 fraldas descartáveis nos primeiros anos de vida e o produto leva mais de 400 anos para se decompor. As fraldas da marca, ao contrário, podem ser utilizadas do nascimento até o desfralde, e levam muito menos tempo para se decompor após o descarte.

O Brasil, que em 2014 ocupava a terceira posição entre os maiores consumidores de fraldas descartáveis do mundo, segundo a Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (Abihpec), é um país que abre grande potencial para esse tipo de produto.

“Além de permitir que os pais economizem quantias significativas a longo prazo, as fraldas ecológicas provocam menos danos ao meio ambiente e ajudam a formar uma consciência crítica”, conta Laís de Oliveira, fundadora da marca. “Os pais precisam pensar nos valores que transmitem aos filhos por meio de seu comportamento de consumo. Usar fraldas descartáveis ecologicamente corretas ajuda a formar, desde cedo, cidadãos engajados e preocupados com a origem e o descarte dos produtos que utilizam”.

Feitas com duas camadas de tecido (uma externa com estampa impermeável e uma que protege o bebê do molhado), as fraldas foram desenvolvidas para atender os biotipos dos bebês brasileiros. Com tamanho regulável por meio de 12 botões frontais e elásticos nas pernas e costas, elas podem ser usadas cerca de 800 vezes. Mais informações: www.noseodavi.com.

As informações são de responsabilidade da Dino

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário
Por favor, digite seu nome