Greve dos petroleiros é suspensa depois que TST aumentou multa

0
11
Foto: Marcos Peron/virtualphoto.net

Com informações do G1
A Federação Única dos Petroleiros anunciou nesta quinta-feira que decidiu orientar os sindicatos da categoria a suspenderem a greve de 72 horas iniciada no dia 30.





Foto: Marcos Peron/virtualphoto.net



O recuo acontece após o Tribunal Superior do Trabalho ter aumentado de R$ 500 mil para R$ 2 milhões a multa diária aplicada aos sindicatos dos petroleiros que aderirem à greve.

“A decisão do TST é claramente para criminalizar e inviabilizar os movimentos sociais e sindicais. Diante disso, a FUP orienta os sindicatos a suspenderem a greve. Um recuo momentâneo e necessário para a construção da greve por tempo indeterminado, que foi aprovada nacionalmente pela categoria”, afirma comunicado publicado pela FUP em sua página.

Os petroleiros já retornaram ao trabalho em unidades de pelo menos 7 estados: AM, BA, PE, PR, RJ, SC e SP.

Em São Paulo, a greve foi encerrada na refinaria de Paulínia e também na Refinaria Henrique Lage (Revap), em São José dos Campos.