Nova etapa das obras de canalização do Córrego Invernada provoca bloqueio de tráfego em cruzamento de Valinhos

0
62

A Concessionária Rota das Bandeiras, empresa responsável pela administração do Corredor Dom Pedro de rodovias, realiza a partir das 9h desta terça-feira, dia 14 de agosto, a interdição do tráfego de veículos no cruzamento entre a avenida Invernada e a rua Paulo Setúbal, em Valinhos.

A intervenção, que deverá se estender até o mês de dezembro, será feita sempre de segunda a sábado, das 9h às 16h, e é necessária para execução de nova etapa das obras de canalização do Córrego Invernada.

Durante o período de bloqueio, os motoristas deverão usar como rota alternativa o retorno que fica 700 metros à frente do ponto interditado.

“Nós sabemos que essas modificações trazem impacto à rotina das pessoas e por isso os passos foram desenvolvidos em conjunto com a administração municipal. As medidas são necessárias para a execução das obras e nós contamos com a compreensão de todos neste sentido”, analisa o engenheiro responsável pelos trabalhos, Rodrigo Lemos.

A avenida Invernada já conta atualmente com a interdição da alça de acesso à avenida Dom Nery, no sentido Campinas, e da faixa da direita a partir da rua Antônio Sales Pupo, devido às obras de canalização do córrego.

O investimento da Concessionária nessa etapa das obras é de R$ 3,5 milhões.

A segunda fase dos trabalhos prevê a execução de três travessias, uma no afluente do Córrego Invernada localizado na rua Dom Carlos Carmelo de Vasconcelos Mota e outras duas nos cruzamentos da avenida Invernada com as ruas Paulo Setúbal e Fioravante Menegaldo, além da canalização de 45 metros no trecho entre as ruas Paulo Setúbal e Fioravante Menegaldo e do rebaixamento do córrego em um trecho com 200 metros de extensão, a partir da rua Campos Salles, para permitir a vazão da água.

A previsão da Rota das Bandeiras é que essa etapa dos trabalhos será concluída em dezembro/2018. Nos trechos beneficiados, a expectativa da Concessionária é que os transtornos com alagamentos na região serão minimizados a partir da ampliação da capacidade de vazão do córrego.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário
Por favor, digite seu nome