Número de ônibus quebrados por conta do péssimo estado das ruas aumenta 26% em Campinas

0
176

O péssimo estado das vias de Campinas resultou em um aumento no número de ônibus quebrados pela cidade. A situação mais crítica está nas imediações das obras do BRT, onde as avenidas e ruas estão simplesmente caindo aos pedaços e sequer são reparadas pela prefeitura.

De acordo com Paulo Barddal, diretor de comunicação do Setcamp, sindicato que representa as empresas de ônibus da região metropolitana, houve um aumento de 26,5% no número de coletivos quebrados, sobretudo após o aumento da precariedade nas avenidas do BRT.

Antes das obras, os veículos eram revisados a cada 3712 quilômetros rodados. Agora, é necessária a revisão com 2322 quilômetros. Houve também um consequente aumento no custo da manutenção, de R$ 0,49 para R$ 0,62 por quilômetro rodado.

A Emdec, com suas notas oficiais sem pé nem cabeça, apenas afirmou no blá blá blá corrente que as obras do BRT são as maiores do país em andamento, que é a maior obra da cidade e ainda disse que as condições do pavimento por onde circulam os ônibus não é de responsabilidade dela. Deve ser do papai noel então…

Da Redação ODC.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário
Por favor, digite seu nome