Prefeitura de Hortolândia conclui cabeceira da Ponte Estaiada; EMTU ainda precisa fazer o Corredor

0
17

A Prefeitura de Hortolândia concluiu, nesta semana, a construção da cabeceira da Ponte Estaiada, rampa de 84 metros implantada desde a rua José João da Silva, no Jd. Santa Rita de Cássia, até o início da estrutura.

A obra, iniciada em setembro do ano passado, tem como objetivo acelerar a liberação da ponte para o tráfego de veículos.

Para que isso seja possível, o município aguarda agora que a EMTU (Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos) faça a pavimentação da ponte e o acesso pela extremidade que fica no Jardim Novo Ângulo.

O trabalho do Estado já está em andamento e faz parte do serviço de implantação do Corredor Metropolitano Noroeste, cujas obras avançam rumo ao Jardim Novo Ângulo.








Com a conclusão do Corredor metropolitano, a Ponte Estaiada ligará o corredor expresso de ônibus à Rodovia Jornalista Francisco Aguirre de Proença (SP-101).

Além disso, a estrutura vai integrar as regiões Leste (Novo Ângulo) e Oeste (Jd. Amanda) da cidade.

A obra realizada pela Prefeitura recebeu, nas laterais da rampa, ciclovia e travessia de pedestres.

Estruturas de concreto, conhecidas como barreira “New Jersey”, foram implantadas para proteção dos pedestres.

A ponte recebeu, ainda, muretas com gradil ao lado da faixa de rolagem de veículos, separando o trânsito do trecho de ciclovia e da calçada para pedestres.

Toda a estrutura foi pintada com tinta antipichação: mesmo que a ponte seja alvo de vandalismo, é possível remover a tinta com maior facilidade do que se não houvesse esta proteção.

A EMTU retomou, em abril, a obra de continuidade do Corredor Metropolitano Noroeste, em direção ao Jardim Novo Ângulo, incluindo a Ponte Estaiada.