Rodízio da Toru Culinária Oriental – Cambuí

0
205

Por muitos anos, a Toru foi conhecida como uma grande temakeria de Campinas. Foi uma das primeiras daqui da cidade, e manteve sempre um padrão de qualidade muito interessante. Os temakis eram grandes, o preço era “pequeno”, e a qualidade ótima.

Aos poucos isso foi mudando. O temaki mantinha o mesmo tamanho, mas a qualidade já não era mais a mesma. Chegou o rodízio de comida japonesa, algo em expansão na cidade. E aí tudo foi pro buraco.

Vendo que a clientela já não era mais a mesma, a Toru se reinventou. Mudou a marca, redecorou o espaço e parece que retomou o caminho.

O rodízio japonês continua sendo oferecido. Em alguns dias, a uma promoção por R$ 39,90.

O rodízio começa com o tradicional shimeji e o sunomono. A salada de pepino é dentro da média, com tempero agradável na medida do ácido.

Já o shimeji é ok. Já provamos melhores. O caldo estava um pouco ralo. O cogumelo poderia ser mais cozido.

Logo depois, vem dois pratos. Um com as comidas frias e outro com os pratos quentes. Às vezes pode haver um pequeno intervalo entre os dois, dependendo do movimento. No nosso caso, veio junto – e uns 10 minutos depois das entradas.

Aliás, é possível também pedir temakis, incluindo um dos nossos preferidos: salmão empanado com cream cheese. São bolinhas de salmão fritas enroladas com a alga e um caminhão de cream cheese.

Sobre os pratos frios, sem muitas novidades – um cardápio ligeiramente mais tradicional. Há uma diferença com alguns sushis com cebola roxa, uns jows com peninos e salmões enrolados, e outros sushis com couve e Doritos. Todos estavam saborosos, muito bem feitos – o que lembrava os áureos tempos do estabelecimento.

Nos pratos quentes, tem bolinhos recheados com salmão e cream cheese – muito gostosos, por sinal, além dos hot rolls, que seguem um padrão interessante de gosto, os rolinhos primavera (de queijo e legumes, ambos muito gostosos).

Destacamos o tempurá. Em vez de ser uma “massa” grande com os legumes empanados, os legumes são empanados de forma diferente. Parece que cada legume é feito separadamente. Isso deu um conjunto de sabores bastante interessante.

Você pode repetir quantas vezes quiser os pratos. Mas aí mora um problema importante: a lotação do espaço. No dia que visitamos, de repente muita gente chegou ao mesmo tempo (talvez para aproveitar o preço também). A segunda volta dos pratos demorou muito pra chegar. Assim como um dos temakis pedidos.

São pequenos detalhes. Não dá pra condenar o restaurante por causa disso. Mas é preciso paciência – dependendo do dia.

VALE A PENA?

Por R$ 39,90, pra quem não gosta de sashimi, vale sim. Os sushis e pratos quentes são bem saborosos. Parece mesmo que o restaurante voltou a se encontrar. Os temakis ainda continuam com a mesma qualidade.

ONDE FICA?

Rua Dr. Sampaio Ferraz, 433 – Cambuí. Clique aqui para ver mais informações na página do Facebook