Saúde | Ministério da Saúde sinaliza as 6 doenças que mais mata no Brasil

0
83

Segundo informações do Ministério da Saúde, o câncer, mesmo considerando suas variadas formas, aparece pelo menos 8 vezes na lista das doenças que mais matam no Brasil. Os tumores malignos, no entanto, estão entre as 5 mais perigosas. Surpreendentemente, no topo da lista, aparecem as doenças cerebrovasculares, como derrames.

Mas as causas destas e de tantas outras doenças são a maior preocupação da maioria dos cientistas e pesquisadores, pois são atribuídas como um reflexo da chamada “vida moderna” onde se identifica altos níveis de estresse, poluição, alimentação inadequada e pouco saudável, cigarro e álcool, sedentarismo, entre tantos outros.

Mesmo considerando as doenças cerebrovasculares no topo da lista, outras doenças também foram observadas pelo Ministério da Saúde e inclusive pela OMS – Organização Mundial da Saúde e causou preocupação. Doenças como diabetes, o próprio câncer, cirrose, entre outras, mostraram-se em plena evolução.

O pior de tudo é que muitos dos sintomas, aparentemente simples, da maioria destas doenças levam os pacientes à automedicação ou mesmo ao uso errado de muitos remédios geralmente alopáticos, o que pode ter consequências graves no organismo e até piorar o quadro do paciente.

Confira abaixo as 6 patologias graves sinalizadas pelo Ministério da Saúde:

Doenças cerebrovasculares

O principal sintoma da doença cerebrovascular é mesmo o derrame, que pode ser causado por uma interrupção de fluxo sanguíneo no cérebro ou um sangramento local. A enfermidade deixa sequelas muitas vezes irreversíveis ou leva à morte no primeiro apontamento da doença.

Infarto do Miocárdio

Taxas elevadas de colesterol, sedentarismo, etc., podem causar o infarto do miocárdio. Também conhecido como ataque cardíaco, acontece quando há necrose ou morte do tecido de parte do músculo do coração.

Pneumonia

Os sintomas muitas vezes são confundidos com um resfriado ou gripe e assim o tratamento, em geral, é tardio, podendo até matar. A pneumonia é uma doença inflamatória do pulmão que tem por sintomas a tosse, febre, dor no tórax e dificuldade para respirar.

Diabetes mellitus

Esta diabetes é caracterizada pela ausência de insulina, devido à uma deficiência do próprio organismo. Como consequência da doença temos a perda de peso acelerado, aumento do volume de urina e sede em excesso e, se não tratado corretamente, pode levar à morte.

Doenças hipertensivas

A hipertensão, infelizmente, é uma doença silenciosa e que atinge muitos brasileiros e diversas pessoas pelo mundo. É uma consequência direta da má alimentação, excesso de peso, sedentarismo, entre outros, mas pode também ser genético. Pode causar AVCs, aneurismas e enfartes.

Cirrose e doenças crônicas do fígado

Doenças comumente conhecidas e mais conhecido ainda são os causadores destas doenças: cigarro, bebidas alcóolicas e má alimentação. Trata-se de um processo que altera todas as funções das células do fígado, trazendo sintomas como a desnutrição e até mesmo o acúmulo de substâncias tóxicas no corpo.

Estas são as 6 doenças mais perigosas mas existem muitas outras. O que preocupa as autoridades primeiro é o aumento causado principalmente pela vida que a maioria das pessoas levam atualmente, sejam nos centros urbanos ou até mesmo em cidades do interior.

Falta de exercícios físicos, consumo de álcool e cigarro, poluição do ar, alimentação irregular entre outros fatores são as principais causas. Em segundo, a automedicação e o abuso no uso de remédios alopáticos podem agravar muito a maioria destas doenças. Inclusive, há registros de dependência química em alguns casos.

Após várias sinalizações das principais autoridades de saúde, cientistas brasileiros passaram a pesquisar remédios alternativos e que fossem eficazes na cura e/ou tratamento da maioria destas doenças, pensando inclusive em atuar na prevenção das mesmas.

Dentre estas pesquisas, identificou-se uma planta poderosíssima que conta com ativos específicos que podem não só prevenir como também tratar inúmeras doenças e de forma saudável, natural. Esta planta possui o nome de Moringa.

A Moringa é uma planta originária da Índia e da África e não é de hoje que vem sendo estudada por muitos cientistas do mundo inteiro. Possui propriedades verdadeiramente impressionantes e que conseguem combater e/ou tratar 297 tipos de doenças diferentes.

A descoberta da Moringa e de sua eficácia veio como um verdadeiro alívio para a maioria dos cientistas e autoridades da saúde, pois consegue combater várias doenças de uma forma mais branda e totalmente natural, o que é altamente benéfico.

Confira abaixo algumas das enfermidades que podem ser tratadas com o uso da Moringa:

  • Artrite, Artrose.
  • Dores musculares intensas.
  • Excesso de peso.
  • Glicemia alta
  • Problemas circulatórios diversos (inclusive impotência), etc.

No entanto, a Moringa não pode ser utilizada para fins medicinais no seu estado original. Existem muitos produtos, já vendidos atualmente, que possuem as propriedades benéficas da Moringa cientificamente comprovadas, como o Max Moringa, por exemplo, que é um produto totalmente natural feito do Extrato da Moringa Oleífera (nome científico).

Isto porque a folha da Moringa, como o seu próprio fruto, possuem diversos componentes e se faz necessário extrair da planta apenas àqueles que serão úteis para o tratamento das doenças.

Já foi comprovado, cientificamente inclusive, que as cápsulas do Suplemento de Moringa auxiliam na redução de peso, ajuda a reduzir os níveis de açúcar no sangue, é um estimulante circulatório natural, combate dores articulares de forma eficaz e consegue combater até certos níveis de ansiedade, depressão aguda, estresse, etc.

O melhor de tudo, ao usar suplementos como o de Moringa é que não existe automedicação, pois a Moringa Oleífera não apresenta qualquer contraindicação. A explicação é simples: o produto é natural, originário de uma planta e, sendo assim, pode ser consumido sem maiores preocupações.

A Moringa veio como uma solução natural para as pessoas que querem ter uma vida com mais saúde sem ter que recorrer a medicamentos alopáticos que podem muitas vezes afetar seriamente o nosso organismo.

As informações são de responsabilidade da Dino.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário
Por favor, digite seu nome