Sete dicas para usar bem o cartão de crédito

0
61

Um dos cuidados que o consumidor precisa ter ao utilizar o crédito rotativo, aquele valor não pago da fatura mensalmente e que tem os maiores juros do mercado, é com o saldo que sobrará para o mês seguinte, que será somado às novas despesas.

E, se o mínimo da fatura não for pago no vencimento, haverá a cobrança de juros e multa.

Para ajudar nesta tarefa, a área de Serviços ao Consumidor da Boa Vista SCPC preparou as dicas abaixo, que podem fazer toda a diferença ao usar esse meio de pagamento que é muito prático e útil.

    1. Procure sempre que possível pagar o valor total da fatura
      Essa é a primeira dica para evitar sobrecarregar o orçamento. Os juros do rotativo do cartão estão entre os mais altos das diferentes linhas de financiamento disponíveis aos consumidores.
    2. Organize-se para pagar em dia a sua fatura
      Deixar para pagar o valor total da fatura ou o limite mínimo após o vencimento não é uma boa solução, já que começam a incidir juros e multa. O atraso por mais de 30 dias irá aumentar ainda mais a dívida.
    3. Está usando o crédito rotativo?
      Há formas de se reorganizar financeiramente, entre elas, optar por linhas de crédito com juros menores, como as que os bancos são obrigados a oferecer, desde que houve a mudança da regra do uso do rotativo do cartão de crédito. Ou ainda o empréstimo pessoal e até mesmo o parcelamento do saldo que é ofertado pela própria instituição financeira que detém o cartão. Opte rapidamente por uma destas alternativas, evitando assim que a dívida cresça muito.
    4. Evite gastos desnecessários
      Enquanto estiver comprometido com o pagamento de dívidas, vencidas ou não, evite realizar compras por impulso ou gastos supérfluos. Utilize o cartão de crédito de forma consciente.
    5. Saiba usufruir dos benefícios do cartão de crédito
      O cartão de crédito é uma boa forma de pagamento para quem tem um excelente controle financeiro. Pagando com ele é possível aplicar o dinheiro que seria usado nas compras à vista tendo um lucro extra. Ele também possibilita o acúmulo de pontos que podem ser trocados por produtos, serviços e passagens aéreas.
    6. Tenha conhecimento dos seus gastos com o cartão de crédito
      Acompanhar mensalmente os seus gastos com o cartão, quais produtos ou serviços foram adquiridos por meio dele, saber por quanto tempo terá esse compromisso, evitará surpresas no momento de pagar a fatura.
    7. Dívidas do cartão prescrevem?
      Não prescrevem nem caducam. Se os valores não forem pagos o nome do devedor poderá ser informado para as empresas de proteção ao crédito, onde poderá permanecer por cinco anos, conforme determina o Código de Defesa do Consumidor. Depois desse tempo o nome fica limpo, contudo, a dívida continua existindo e poderá ser cobrada pelo credor ou ser vendida a uma empresa especializada em cobrança.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário
Por favor, digite seu nome