Sete documentários importantes para serem assistidos antes do Enem 2018

0
9

• Com informações do iBahia.

 







Com característica interdisciplinar, o Exame Nacional do Ensino Médio requer, além do conteúdo técnico das matérias, que o aluno saiba relacionar fatos. De acordo com Marcelo Tavares, professor de História, uma boa forma de assimilar conteúdos e exercitar o senso crítico é através dos documentários. Ainda segundo ele, os filmes devem ser vistos como uma espécie de ilustração da aula, já que assisti-los sem base teórica impede que o estudante o aproveite em todo o seu potencial. Pensando nisso, ele listou para os sete documentários que todo estudante precisa ver antes de fazer o Enem 2018. Confira:

1- Imagens do Estado Novo, de Eduardo Escorel (2016)

Apesar da duração de quase quatro horas, o documentário fascina pela riqueza de imagens raras que para além da ditadura varguista, mostram um país em transformação – tanto social (com a emergência da classe operária e novos hábitos de consumo) quanto econômica ( a instalação das indústrias de base). Mostra como a História marca destino de um país. Conteúdo de temas centrais da prova do Enem.

2- Crônica da demolição, de Eduardo Ades (2015)

Por trás da demolição do Palácio Monroe em 1976, antiga sede do Senado federal, esconde-se um cenário de desrespeito ao patrimônio histórico justificado por interesses econômicos específicos. Importante para discutir a preservação da memória histórica e defender o processo de democratização, tema querido para as últimas edições do Enem.

3- Brasil, uma história inconveniente (2000)

Documentário da BBC de Londres sobre o passado escravocrata brasileiro, o contexto histórico e suas heranças nos dias atuais. Importante para verificarmos a visão do outro sobre a questão racial brasileira, tema recorrente no exame.

4- O dia que durou 21 anos, de Camilo Tavares (2012)

O documentário explora a participação dos EUA no golpe militar que depôs João Goulart em 1964. Repleto de imagens históricas, excelentes depoimentos e linguagem bem acessível, o filme permite uma visão mais ampla sobre os contextos brasileiro e mundial nos anos 60. Essencial para formar uma base de conhecimento que permita o entendimento e a resolução de questões recorrentes.

5- Corações e Mentes, de Peter Davis (1974)

Considerado um dos documentários mais importantes da história do cinema, faz um relato duro e contundente sobre a política norte americana no Vietnã apoiando-se em um rico material de arquivos e depoimentos com personalidades políticas, ex-combatentes estadounidenses e sobreviventes vietnamitas. Expôe as devastadoras conseqüências humanas do conflito. Vale como referência ao contexto do ano de 1968, um tema bem provável nas provas desse ano.

6- A segunda guerra mundial em cores (2009)

Documentário exibido pela Netflix com imagens raras e uma narrativa extremamente didática. O contexto pós 1ª Guerra, a ascensão do nazifascismo, as principais batalhas e o holocausto judeu estão presentes na narrativa.

7- “The Square”, Jehane Noujaim (2013)

Documentário importante sobre a Primavera Árabe no Egito que acabaria provocando a queda do ditador Hosni Mubarak. Produzido com imagens de celulares e câmeras fotográficas, conta através de depoimentos no local e no momento, a Revolução Egípcia de 2011. Momento histórico importante para os países árabes, ainda sofrendo com ditaduras militares e regimes teocráticos. Mostra os desdobramentos políticos e sociais dos eventos egípcios desde 2011 e que continuam sem uma resolução satisfatória que não envolva religião e exército.