TRE mantém cassação do prefeito e vice de Paulínia

0
90

Com informações do G1 Campinas
O Tribunal Regional Eleitoral decidiu manter a cassação do mandato do prefeito de Paulínia, Dixon Carvalho, e do vice, Sandro Caprino, por abuso de poder econômico nas eleições de 2016.

Isso aconteceu após o TRE negar recurso nesta quarta-feira, mas ainda cabe recurso.

A condenação em primeira instância ocorreu em setembro do ano passado.

À época, o Ministério Público também pediu a inelegibilidade do chefe do Executivo por oito anos, mas o pedido foi negado.

Dixon e o vice-prefeito seguem no cargo pelo menos até que o acórdão seja publicado e nele esteja determinado quando os dois devem ser afastados da administração municipal.

Ao G1 Campinas, a defesa de Dixon informou que vai recorrer da decisão, e alegou que recursos usados na campanha são decorrentes da venda de um imóvel de propriedade do prefeito há 30 anos.

Além disso, frisou que valores usados na disputa são regulares e isso será demonstrado ao Judiciário.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário
Por favor, digite seu nome